Dias e dias…

Hoje é um daqueles dias.

Daqueles dias que tudo fica um pouco embaçado, sabe? As cores do mundo se misturam e eu não sei direito se vou ou se fico. Ultimamente tem sido muito assim. Nesses dias, eu não consigo fazer muita coisa. Assisto um filme aqui, uma série ali, leio outro livro novo e ouço muita música boa pra acalmar a mente – e o coração.

Esse post é sobre tudo e sobre nada. É mais uma forma de mostrar para mim mesmo que tá tudo bem se não estiver tudo bem. Uma hora fica.

Eu quero deixar uma playlist especial aqui, que tenho para dias e situações assim… Tá tudo bem ser triste e tá tudo bem ser feliz. Como diria Charlie Brown, de Peanuts: felicidade é uma canção triste. Que seja…

 

Anúncios

A calmaria de Ben Howard

Eu descobri Ben Howard vendo o filme If I Stay, com a música Promise e simplesmente me encantei. Mais tarde fui procurar sobre outras músicas dele e sobre esse artista incrível, que tem acalmado todos os meus dias.

Pesquisei um pouco sobre a vida do cantor e uma super curiosidade (pelo menos pra mim) é que Ben cursou Jornalismo por um tempo antes de se dedicar completamente a música. Como não amar? ❤

Britânico, nascido na cidade de Devon, Howard foi muito influenciado pela coletânea Folk de sua mãe. Ao longo dos anos evoluiu musicalmente e desenvolveu seu próprio estilo, adicionando elementos percussivos em sua forma de tocar.

Saiu em turnê pela Europa em 2008, e nos anos seguintes lança EPs e seus dois álbuns, ‘I Forget where we were’ ‘Every Kingdom’.

O que mais acho maravilhoso em suas músicas além das letras, são as melodias e a forma com que cada canção é tocada. Me emociona, traz paz, calma e esperança.

Deixo aqui então uma playlist para se encantarem com tamanho talento, e também um vídeo só voz e violão da minha música preferida dele! Espero que gostem tanto quanto eu. 🙂

Trilha sonora da semana: ANAVITÓRIA


Estava eu um belo dia no instagram quando vejo que Tiago Iorc publicou uma foto recomendando essas belas: Ana e Vitória.

As moças são de Araguaína, Tocantins, e encantam quando cantam. Só ouvir aí em baixo pra entender:

Desde então elas não saem da minha playlist diária, e que bom que foram descobertas. É talento demais pra ser escondido. ❤

Update: um belo dia, estava eu andando pela Avenida Paulista aqui em São Paulo, quando me deparo com as moças. Nosso encontro pelo acaso foi só amor! Fica registrado aqui minha gratidão pela simpatia, pelos abraços e sorrisos dados nesse dia. ❤

A sensibilidade inigualável de Ed Sheeran

Que eu sou apaixonada pelas músicas deste cara aí do título não é nenhum segredo. Pelo contrário: todos sabem! Mas o que poucos sabem é a forma que as músicas dele me tocam.

De uma leveza e serenidade inatingível, Ed consegue fazer o que quase ninguém nos dias de hoje faz: tocar o coração das pessoas. Suas letras retratam sobre o amor de um jeito singular.

Descobri Ed por causa de Ruppert Grint, que interpreta sua música lego house. E desde então não parei mais de ouvir. Baixei o primeiro CD inteiro no meu celular e escuto até hoje. Assim que saiu seu novo álbum “X“, eu sai correndo pra ouvir e me surpreendi. Tá simplesmente maravilhoso! Uma música mais cativante que a outra, mas também não era pra menos, né?!

Queria deixar aqui minha admiração por esse artista incrível! E pra finalizar, deixo também as mais tocadas no meu celular – e no meu coração: