Links, links e algumas palavras

Oi!

Os meus dias tem sido mais coloridos e necessários com essas coisas lindas que partilharei aqui. Então, se eu fosse você, ia correndo dar uma olhada:

um | Fofuríneas
Site delicinha de goodies pra gente se derreter enquanto olha, salva e deixa de descanso na tela no celular/computador/tablet. Vai ver que é muitamô!

dois | Carta de uma branca para outra – O turbante e o conceito de existir violentamente

Apenas digo que Eliane Brum se faz sempre necessária – e suas palavras, mais ainda. Vá ler esse texto e sentir muito (muito) após refletir sobre seus privilégios.

três | Minimanual do Jornalismo Humanizado – Think Olga

Esse não é novidade, mas é tão importante quanto fosse. Pra quem não sabe, eu estudo Jornalismo e este manual é um guia que busco seguir veemente todos os dias da minha vida. Caso você não estude Jornalismo, não tem problema, ler e entender sobre o que você consome (e a forma que você consome notícias) é de extrema importância para sermos humaninhos melhores!

E por fim, não é link, nem nada, apenas algumas palavras minhas para dizer que não há sensação no mundo mais gostosa que planejar uma viagem e sonhar com cada detalhe. Cada dia que passa significa que estou mais perto do meu sonho e isso me deixa com caraminholas na cabeça, ansiosa por tudo de bom que eu sei que está por vir.

I used to dream about escaping my ordinary life, but my life was never ordinary. I had simply failed to notice how extraordinary it was!

3 livros para começar o ano

Dois mil e dezesseis começou e eu desejo um ano lindo, cheio de luz e coragem para todos nós!

Desde o finalzinho de 2015 eu já havia prometido para mim mesmo que nesse ano novo iria pegar firme com a leitura, já que dei alguns deslizes no ano que se foi, hihih. Pois bem, coloquei em prática ainda em setembro/dezembro e agora tenho três livros (incríveis) para indicar por aqui para começar 2016 já com coisa boa!

Quero trazer muitos títulos pra cá, e quem sabe, fazer uma retrospectiva literária depois. Por ora, vejamos os três de agora pra começar o ano com leveza, aventura e, claro, muito amor! ❤

certo

1-  Simples Assim, de Martha Medeiros

Nunca havia lido algo realmente concreto de Martha Medeiros, apenas fragmentos encontrados por aí na internet. Eis que resolvi comprar Simples Assim, um livro somente de crônicas e: me apaixonei! Martha tem um jeito leve, divertido e profundo de escrever que me encanta fácil. As crônicas falam sobre assuntos aleatórios, tive a impressão que ela utiliza qualquer coisa como tema, sabe? Qualquer coisa mesmo. Desde assuntos realmente importantes até, por exemplo, uma bala (!). E, ao meu ver, sempre sai algo bom!

Uma leitura leve e despretensiosa, vale muito a pena! Já quero outros títulos da autora! ❤

2 –  O oceano no fim do caminho, de Neil Gaiman

Ah, o que dizer de Neil Gaiman? Gênio, simplesmente. Queria ter a mente que esse cara tem, o mundo dele me fascina.

Este é o segundo dele que leio (tem vários na minha lista de desejos da Saraiva) e posso dizer que se você não conhece seu estilo de escrita, saiba que é maravilhoso e cheio de fantasias metafóricas. Esse título em especial, nos conta a história de um homem que através das memórias volta a infância e revive tudo que lhe aconteceu de uma forma diferente.

Gaiman mistura seres mágicos com a realidade e nos dá uma lição: coisas que acontecem quando somos pequenos infelizmente são distorcidas quando crescemos. Mas elas nos transformam para sempre!

Pra ensinar que não existe nenhum adulto sequer no mundo.

3

3 – Para onde vai o amor?, de Fabrício Carpinejar

Fabrício Carpinejar é um cara que eu admiro muito. Para onde vai o amor? é um livro sobre as diversas fases que qualquer pessoa passa em um relacionamento, ou em questão de amor. São crônicas muito tocantes, lições que dão vontade de colar na testa e de relembrar todos os dias. É sensível, e me fez entender que o maior dos amores é realmente amar a si mesmo – e isso não é egoísmo!

Já falei sobre esse livro neste post aqui e agora eu finalmente o adquiri. Para ler em qualquer momento com o coração (e a mente) aberta! ❤

3 coisas e uma decisão

Eu estava pensando esses dias e acabei decidindo que o blog terá posts além de coisas que escrevo. Digo, textos meus. Quero trazer dicas de filmes, músicas, resenhas de livros, inspirações e compartilhar só coisas que tocam o nosso <3.

Para começar criei uma nova categoria e ela se chama “3 coisas”. Na qual, de vez em quando, postarei 3 coisas que desejo no momento (tipo wishlist mesmo), 3 links interessantes que você não pode deixar de ver, 3 coisas que me inspiram ou 3 coisas que não podem esperar para serem compartilhadas e assim por diante… Simples, sem regras, mas com conteúdo!

Bom, agora chega de falar e vamos para o post de hoje:

1.  Já quero por em prática essa ideia de Galery Wall no meu quarto! Acho a coisa mais linda ter fotos, mensagens ou desenhos motivacionais que façam levantar o astral. Pretendo fazer em uma parede por aqui e já selecionei algumas imagens no Pinterest e no We heart it! Inspiração não falta. 🙂

2. Eu sei, eu sei, esse relógio da Cassio não é mais novidade faz tempo. Mas gente, tem como não se apaixonar? Tá na minha lista faz meses.
Esse modelo é da linha vintage/retro e o número é o LA670. Dei uma pesquisada nessa internet maravilhosa e achei alguns sites com o preço acessível. Quem sabe logo logo eu não adquiro um? ❤

3. E por último, quero m u i t o esse livro do Fabrício Carpinejar, que fala sobre… amor! São crônicas sobre relacionamentos, divórcios, casamentos ou desilusões amorosas e todo o sentimento que envolve uma relação.

Espero que tenha gostado dessa pequenina mudança e desse estilo de post. Me conta o que achou, vou ficar feliz! 🙂