De repente 2017

Sem querer ser chata: 2016 foi um saco.

Daqueles bem pesados, mas fazer o que, né? A gente enfrenta como pode, as vezes segue empurrando com a barriga até que não precise mais. Agora ele acabou e acho que boa parte de tudo que aconteceu tem a ver com nós mesmos. Essa crise insana que o mundo vive serve para nos lembrar que a humanidade se perdeu em algum momento. Estamos em crise também, uma crise dura e difícil.

Apesar de tudo isso, prefiro acreditar que uma hora as coisas se encaixam. Então nem vou pedir para 2017 me surpreender, por que eu sei que vai, mas sim para que ele seja necessário. Dizem que as mudanças fazem bem para nossa alma, o futuro não é mais do que o desconhecido.
Sigamos então: fazendo o bem e desejando que ele volte em dobro para nós de algum lugar escuro e incerto. A gente anda precisando!

cf369bff090a9623c580653b8bc65106-edited

Anúncios

7 pensamentos sobre “De repente 2017

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s