Aquele em que eu desisti

A pessoa aparece depois de quase vinte dias sem dar às caras e já começa falando que desistiu do BEDA. Bom, isso definitivamente não estava nos meus planos – porque eu queria de verdade ter terminado o desafio, mas não deu. Shame on me. A coisa de escrever todos os dias exige um esforço absurdo que eu não possuo no momento. Na verdade, tava tudo indo bem… Eu consegui me organizar por uns dias, mas depois desandou a vida devido ao fato de que acontecem coisas!

Resumidamente: nesse tempo eu consegui um estágio, os trabalhos da faculdade estão começando a virar uma avalanche e vida social eu basicamente não tenho mais (é real). Dentro disso ainda tem a atenção que eu preciso dar a minha família, ao meu namorado, a mim (hello!), as amigas e os livros que eu quero ler, fora a minha vontade de escrever aqui para o blog – e a lista segue infinita. Mas olha, escrever todos os dias? Não dá. Pelo menos não agora.

Resultado de imagem

Eu só queria vir dizer que o BEDA foi uma baita experiência para mim, mesmo eu tendo falhado miseravelmente, e que me ensinou coisinhas muito importantes. Levarei todas elas comigo daqui pra frente. O BEDA me deu a vontade de voltar a escrever com frequência. Me mostrou que eu posso e sou capaz, se eu quiser. E o principal: me mostrou que além de não estar sozinha, eu estou no caminho certo.

Queria poder dar um abraço em cada pessoa linda que veio aqui me ler durante esses dias intensos e talvez isso seja possível no nosso encontro de Eu Venci No BEDA (mais ou menos, né?). Isso tudo foi muito especial para mim!

Então, no fim temos eu, tu (talvez), os rascunhos e as palavras semanais. Que eu saiba usá-las bem!

#BEDAofim

Anúncios

6 pensamentos sobre “Aquele em que eu desisti

  1. Acho que no final das contas, o que mais conta no BEDA são essas coisas que a gente aprende e as pessoas que interagem com a gente. Chegar até o final é muito legal e, por experiência própria, acho que cê devia tentar de novo qualquer ano. Mas não é porque não deu agora que não valeu à pena, sabe? Você venceu também, oras, e tá tudo bem! (será que estou invejando um bocado que cê vai poder ir no encontrinho? risos eternos <3)

    beijo!

  2. Adorei, Débora!

    Achei o post muito corajoso. Eu ainda estou contando como se tivesse no BEDA, mas quem eu to tentando enganar? hahahahah

    Apesar de não ter terminado, também penso como você. Foi uma experiência ótima, percebi que eu posso sim escrever regularmente e isso foi reconfortante.

  3. Adorei, Debora!

    Eu até coloquei a hashtag do beda nos últimos posts, mas a quem eu to tentando enganar? hahahahah

    Também não deu pra terminar esse beda, mas assim como você eu fico feliz de perceber que eu posso sim fazer posts mais frequentes. #yeswecan

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s