Tudo bem não ser

Há horas em que eu sinto não ser nada especial.

O drama é real, e em vários aspectos da vida. Sei lá, mas existem dias em que tudo que eu sinto que devo ser – pasmem – eu não sou. E foi depois de muito lutar comigo mesmo que descobri: tá tudo bem se sentir assim.

Não há algo errado com você ou comigo. Há algo errado lá fora, que muitas vezes cobra mais do que aquilo que podemos oferecer. E eu, como ser humano que sente mais do que deveria, fico doída por dentro.

Doída por não ter sempre o 10 que eu queria ter. Doída por não ser a filha exemplar que queriam que eu fosse. Doída por não ser feliz vinte e quatro horas por dia. Doída por não ser melhor. Por não ser mais obediente e dona do meu próprio nariz. Simplesmente me dói que as vezes não sou.

Um oferecimento: Frances Ha.

É estranho, é triste e é melancólico. No fim, muitas vezes acabo chorando as pitangas pra mim mesmo, porque falar com alguém seria não ser de novo. E isso doeria mais.

Só que como sempre ocorre comigo, surge uma luz – forte, clara e limpa – que novamente me lembra: tá tudo bem. Eu não sei de onde vem, mas sei que sempre que preciso essa luz está lá para mim. E é como se viesse do meu âmago: tá tudo bem.

Eu cato os pedacinhos, as palavras cuspidas, as páginas rasgadas e faço tudo ficar bonito de novo. Ou eu tento. O mais importante é tentar (e sair da parte doída).

Se não sou agora, tudo bem. Amanhã posso ser e vai continuar tudo bem. Ou então, se eu quiser continuar não sendo, tudo bem também. Quando eu quiser ser, eu serei. E ai, meu amigo, eu vou ser com toda força. Pra que ninguém, nunca mais, me diga como devo estar – e não ser. Isso só eu posso decidir.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s