Porque a saudade sempre dói?

Young love //

Um sentimento que muitos conhecem mas poucos desvendam: saudade. Eita coisa complicada!

Fácil falar de saudade quando ainda não se sabe que um dia tudo vira saudade. Fácil falar de saudade quando nunca teve. Difícil mesmo é sentir saudade.
Tudo é tão complicado nesse mundo. Sentir não é tarefa mole. Definitivamente não. Ainda mais sentir falta ou saudade.

Uma vez eu li, que sentir falta e sentir saudade são coisas distintas. Pensei muito e cheguei a conclusão que não são. Porque sentir falta é sentir a ausência daquilo ou de alguém. E sentir saudade… bom, sentir saudade também.
Mas há pelo menos uma coisa diferente: a saudade é bem mais profunda.

Sabe, né? Sentir saudade é estar fora de si. É estar em vários lugares ao mesmo tempo. É querer voltar para o  abraço, para o colchão dividido com o outro. Querer voltar para ficar só mais um pouquinho, ou então, querer voltar para o banco que um dia foi o começo de uma pequena vida a dois. É querer viver novamente aquilo que só se vive uma vez.

Costumo dizer que sentir saudade é bem mais que só sentir saudade, e quem já sentiu sabe. E sente-se saudade das coisas mais improváveis.
Saudade do cheiro, da cor do cabelo, do brilho dos olhos, da falha no dente. Saudade do toque. Saudade da mão, da cicatriz no rosto, da voz rouca, da touca vermelha.

Embora ela seja sacana, não é de todo ruim. Porque caso tenha vivido momentos únicos ao lado de alguém, nada mais justo que sentir saudade.

Afinal, a saudade só dói tanto assim porque é o preço a se pagar por viver coisas tão raras de uma só vez.

Anúncios

3 pensamentos sobre “Porque a saudade sempre dói?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s